De Pernas Pro Ar

13 set 1957


Um camelô e um servente de teatro, recém-desempregado, trocam acidentalmente sua maleta de bugigangas por uma de três bandidos que acabaram de assaltar um banco. A perseguição, que envolve ainda dois “rapas”, só termina quando, ajudados por uma corista, participam involuntariamente de um número musical do espetáculo da companhia de teatro.

Ficha Técnica

Título original: De Pernas Pro Ar
Gênero: Comédia
Duração: 82min.
Lançamento (Brasil): 1957
Estúdios: Produções Cinematográficas Herbert Richers
Distribuição: Sino Filmes
Direção: Victor Lima
Assistente de direção: Oscar Nelson
Roteiro: Victor Lima
Produção: Osvaldo Massaini
Produtor Associado: Herbert Richers
Gerente de produção: Alexandre Fuchs
Assistente de produção: Raimundo Higino e João Macedo
Co-produção: Produções Cinematográficas Herbert Richers e Cinedistri
Direção musical: Haroldo Eiras
Música: Lírio Panicali
Sonografia: Nelson Ribeiro
Assistente de Som: José MoreiraFrade
Fotografia: Amleto Daissé
Câmera: Leon Varsano
Cenografia: Victor Lima e Antônio Eckart
Montagem: Rafael Justo Valverde

Elenco

Grande Otelo (Faísca)
Ankito (Benedito)
Renata Fronzi (Jenny)
Paulo Gracindo
Renato Restier (Navalhada)
Darcy Coria (Sofia)
Wilson Grey (Caveirinha)
Costinha (Mindinho)
Fininho (Don Ramiro)
Roberto Duval (Gualter Galo, diretor da companhia)
Otelo Zelloni (Garcia)
Jorge Murad (Batista)
Ricardo Luna (Rapa)
Joel Vaz (Comissário)
João Péricles
Moacyr Deriquén (Johnnie)
Procopinho (Abdias)
Jô Soares
Jaime Ferreira (Detetive)
Arrepiado (Rapa)
Emilinha Borba
Nelson Gonçalves
Cauby Peixoto
Severino Araújo
Orquestra Tabajara

Pôsters

Premiações

Curiosidades

– Números Musicais com Melodia do meu bairro, com Emilinha Borba
Lapa: Benedito Lacerda e Herivelto Martins, com Nelson Gonçalves
Favela: Roberto Martins e Valdemar Gomes, com Severino Araújo e Orquestra Tabajara
Nono mandamento: René Bittencourt e Raul Sampaio, com Cauby Peixoto
De pernas pro ar e Navio da folia, com Renata Fronzi

– Exibido em São Paulo a partir de 09.07.1958, no Jóia, Nacional, Astral, Leste, Anchieta, Roma, Júpiter, Paris, Maracanã e Estrela; a partir de 10.07, no Centenário e Vitória.

– Certificado de Censura Federal n. 42.507, de 26.11.1957, 30 cópias, livre.Certificado de Censura Federal sem número coletado, de 23.06.1958, 15 cópias, 1.000m, 16mm.Censurado em 23.06.1958, 16mm, 40m, 15 cópias, trailer.

Fotos

 

Filmes Atualizados

Boi Neon

Tags:

Atualizado em 27 set 2015

Beira-Mar

Tags:,

Atualizado em 27 set 2015

A Morte de J.P.Cuenca

Tags:,

Atualizado em 27 set 2015

A Floresta Que Se Move

Tags:

Atualizado em 26 set 2015

Em Três Atos

Tags:

Atualizado em 26 set 2015

%d blogueiros gostam disto: