A Arte do Renascimento – Uma Cinebiografia de Sílvio Tendler

14 set 2013

A Arte do Renascimento - Uma Cinebiografia de Sílvio Tendler

Em 2010, Silvio Tendler, um dos mais importantes documentaristas da atualidade, sofreu uma grave doença que o deixou tetraplégico. Após delicada operação na medula, ele foi pacientemente recuperando suas forças, sua vontade viver e de criar. O filme o acompanha desde seus primeiros passos com o aparelho “andador”, pelo calçadão de Copacabana, e vai seguindo-o na sua cadeira motorizada, documentando o que conta sobre sua vida e obra. Silvio, um cineasta que cresceu espremido entre os Deuses do Cinema Novo e os diabos da ditadura militar, oferece-nos seu belo exemplo de perseverança e de ser humano que sabe o quanto vale a existência, lembrando-nos o significado de utopia.

Ficha Técnica

Título original: A Arte do Renascimento – Uma Cinebiografia de Sílvio Tendler
Gênero: Documentário
Duração: 72min
Lançamento (Brasil): 2013
Distribuição:
Direção: Noilton Nunes
Assistente de direção:
Roteiro: Noilton Nunes
Produtor executivo: Pedro Sol, Regina Abreu e Luís Alencar
Co-produção: Imagine Filmes
Música: Noilton Nunes
Som: Silvania Azevedo
Fotografia: Vladimir Seixas, Noilton Nunes, Vitor Foguel e Silvania Azevedo
Desenho de produção: Fabiana Fersasi
Direção de Arte: Fabiana Fersasi
Figurino: Fabiana Fersasi
Animação: Bruno Chaudiere
Edição: Luciana Lima e Silvania Azevedo

Elenco

Silvio Tendler
Sergio Santeiro
Sergio Péo

Pôsters

A Arte do Renascimento - Uma Cinebiografia de Sílvio Tendler

Premiações

Curiosidades

– Noilton Nunes – É diretor, roteirista, diretor de fotografia, montador e produtor. Foi presidente da Associação Brasileira de Documentaristas e professor de cinema. Criador dos projetos Que Filme é Esse, O Cineasta do Mês, Caravanas Euclidianas e das novelas interativas Tela Nossa e O Amor por Princípio. Produziu os longas Ladrões de Cinema (1977), de Fernando Campos, e Na Boca do Mundo (1979), de Antônio Pitanga. Realizou ainda os premiados Leucemia – O Filme da Anistia (1978), O Rei da Vela (1983), codireção com José Celso Martinez e merecedor de três Kikitos no Festival de Gramado, Caderneta de Campo (1983), Daime Santa Maria (1982), A Batalha da Ancinav (2005) e Em Busca da Terra Sem Veneno (2011), e Por um mundo mais humano(2011); sobre a Jornada Internacional de Cinema da Bahia Memórias de Pedra, Cal e Humanidades (2013). Atualmente prepara Sigilo Eterno, coprodução cinematográfica brasileiro-portuguesa.

Fotos

Filmes Atualizados

Boi Neon

Tags:

Atualizado em 27 set 2015

Beira-Mar

Tags:,

Atualizado em 27 set 2015

A Morte de J.P.Cuenca

Tags:,

Atualizado em 27 set 2015

A Floresta Que Se Move

Tags:

Atualizado em 26 set 2015

Em Três Atos

Tags:

Atualizado em 26 set 2015

%d blogueiros gostam disto: