O Último Cine Drive-in

1 set 2015

O Último Cine Drive-inO Último Cine Drive-in conta a história de reencontro entre um pai e um filho, tendo como pano de fundo o fim do último cinema drive-in do Brasil. O jovem operário Marlombrando (Breno Nina) precisa levar sua mãe (Rita Assemany) para fazer um exame médico em Brasília. O que seria uma breve viagem se torna uma longa batalha no terceiro maior hospital público do país. Sem ter a quem recorrer, Marlombrando precisará reencontrar seu pai, Almeida (Othon Bastos), ausente há muitos anos. Dono do Cine Drive-in de Brasília, Almeida insiste em manter vivo um tipo de cinema que já não atrai mais espectadores como na década de 70. Com a ameaça de demolição do cinema e o agravamento da doença de Fátima, pai e filho precisam resolver questões do passado para realizar um irresponsável plano de reencontro entre Fátima e o último Cine Drive-in.

Ficha Técnica

Título original: O Último Cine Drive-in
Gênero: Drama
Duração:
Lançamento (Brasil): 2015
Distribuição:
Direção: Iberê Carvalho
Roteiro: Iberê Carvalho e Zepedro Gollo
Produtor executivo: Carol Barboza
Co-produção: O2 Filmes, Pavirada Filmes, Ligocki Entretenimento, Chroma Comunicação
Música: Sascha Kratzer, Zepedro Gollo e Bruno Berê
Som: Miriam Bidermam e Ricardo Reis
Som direto: Marcos Manna
Fotografia: André Carvalheira
Direção de Arte: Maíra Carvalho
Figurino: Juliana Ramos
Edição: J. Procópio e Iberê Carvalho

Elenco

Othon Bastos
Rita Assemany
Breno Nina
Chico Sant’anna
Fernanda Rocha
André Deca
Rosanna Viegas
Vinícius Ferreira
Mounir Maasri
Zécarlos Machado

Pôsters

O Último Cine Drive-in

Premiações

– Prêmio da Crítica de Melhor Longa Metragem Nacional, Melhor Ator para Breno Nina, Melhor atriz Coadjuvante para Fernanda Rocha e Melhor Direção de Arte para Maíra Carvalho no 43º Festival de Cinema de Gramado

Curiosidades

– O diretor de O Último Cine Drive-in, Iberê Carvalho nasceu em Brasília em 1976. Estudou antropologia, jornalismo e fez pós-graduação em direção cinematográfica em Madrid, Espanha. Atuando no cinema desde 2000, dirigiu os curta metragens Suicídio Cidadão, Para Pedir Perdão, e Procura-se, além do documentário Maria Lenk – A essência do Espírito Olímpico. Como diretor, recebeu diversas premiações, incluindo o prêmio Coral de melhor curta metragem no 31º Festival Internacional de Cinema de Havana, em Cuba; o prêmio Cartoon Network de melhor filme no Festival Prix Jeunesse Iberoamericano e o prêmio de melhor filme 16mm no 36º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Seus filmes já foram exibidos em festivais renomados como Toulouse, Paris, Los Angeles, Barcelona, Londres, Lisboa e em diversos festivais brasileiros.

– O Cine Drive-in de Brasília foi construído em 1973 pelo filho do ex-presidente João Figueiredo. Depois de inaugurado, procurou-se alguém para gerenciá-lo, foi então que o pai de Marta Fagundes, atual proprietária, decidiu trabalhar no local. Marta ajudou seu pai desde o princípio. Na década de 80, houve uma brusca queda de público e as dívidas se acumularam tanto, que Marta e seu pai tiveram que fechar as portas em 1988. Mas, Marta juntou suas economias, entrou numa licitação para assumir o negócio e venceu. O movimento caiu consideravelmente, mas ao contrário dos outros 33 drive-ins do Brasil, o brasiliense resistiu à era do 3D e das salas multiplex.

Fotos

Filmes Atualizados

Boi Neon

Tags:

Atualizado em 27 set 2015

Beira-Mar

Tags:,

Atualizado em 27 set 2015

A Morte de J.P.Cuenca

Tags:,

Atualizado em 27 set 2015

A Floresta Que Se Move

Tags:

Atualizado em 26 set 2015

Em Três Atos

Tags:

Atualizado em 26 set 2015

%d blogueiros gostam disto: