Prova de Coragem

3 set 2015

Prova de FogoEm Prova de Coragem, Hermano, médico bem-sucedido, prepara uma escalada de alto risco em uma montanha na Terra do Fogo quando se vê às voltas com a gravidez de Adri, com quem vive há sete anos. Mesmo com a perspectiva de ser pai, Hermano decide seguir com a escalada. Esta é a prova de coragem que Hermano deve a si mesmo. Ele carrega a culpa de nada ter feito para evitar o brutal espancamento de Bonobo, seu melhor amigo de adolescência. Hermano se cobra um gesto reparador, um ato heroico? O enfrentamento de um risco mortal. É isso o que se impõe na escalada? Reparação e, quem sabe, castigo? Hermano parte e, no mesmo dia, Adri entra prematuramente em trabalho de parto; ela e a criança estão entre a vida e a morte. Em Prova de Coragem, duas questões se combinam: O que é ser livre, afinal? Navegar ao sabor de nossos desejos ou escolher os nossos compromissos? Para responder, é preciso coragem.

Ficha Técnica

Título original: Prova de Coragem
Gênero: Drama
Duração:
90min.
Lançamento (Brasil): 2015
Distribuição: Europa Filmes
Direção: Roberto Gervitz
Roteiro: Roberto Gervitz
Produtor executivo: Monica Schmiedt e Liliana Sulzbach
Co-produção: M. Schmiedt Produções, Globo Filmes, Telecine
Música: Luiz Henrique Xavier
Som: Kiko Ferraz e Chrístian Vaizs
Som direto: Fabian Oliver e Álvaro Rivero
Fotografia: Lauro Escorel
Desenho de produção: Adrian Cooper
Direção de Arte: Adrian Cooper
Figurino: Tais Cardoso
Edição: Manga Campion

Elenco

Armando Babaioff
Mariana Ximenes
Daniel Volpi
Áurea Maranhão
Cesar Troncoso
Nickolas Caprio
Marcele Tedy
Nicolas Vargas
Martín Fagundez
Caio Pereira
Bruno Barcelos
Fabiana Amorim
Wagner dos Santos
Pedro Martins
Márcia do Canto

Pôsters

Prova de Fogo

Premiações

Curiosidades

– Prova de Coragem é baseado no livro “Mãos de Cavalo”, de Daniel Galera.

– Titulo anterior de Prova de Fogo era Mãos de Cavalo, o mesmo do livro.

– Prova de Coragem foi rodado em Porto Alegre.

– O diretor de Prova de Coragem, Roberto Gervitz trabalhou em diversas áreas da produção cinematográfica, particularmente na montagem e na edição de som de filmes de diretores como Ana Carolina e Hector Babenco, entre outros. Em 1978, dirigiu o longa-metragem Braços Cruzados, Máquinas Paradas, com Sérgio Toledo. Este documentário recebeu o Prêmio Especial do Júri no Festival de Leipzig/79, e representou o Brasil no Fórum do Festival de Berlim. Feliz Ano Velho (1986/87), seu primeiro filme de ficção, recebeu sete prêmios no Festival de Gramado (1988), atingindo um milhão de espectadores. Ainda em 1988 foi escolhido pelo meio cinematográfico como o Diretor Revelação, o então chamado prêmio Sarney. Em janeiro de 2005, lançou Jogo Subterrâneo, baseado em um conto de Julio Cortázar. Foi selecionado para inúmeros festivais internacionais como San Sebastian e Mannheim-Heidelberg, sendo premiado em Palm Springs, Havana, Bruxelas, Miami, entre outros. Ainda em 2005, dirigiu quatro episódios da série televisiva Carandiru – Outras Histórias. Nos anos seguintes, Gervitz desenvolveu roteiros de filmes e séries para Luiz Carlos Barreto e Hector Babenco. Lecionou direção e roteiro por dois anos, além de dar inúmeras palestras pelo país.

Fotos

Filmes Atualizados

Boi Neon

Tags:

Atualizado em 27 set 2015

Beira-Mar

Tags:,

Atualizado em 27 set 2015

A Morte de J.P.Cuenca

Tags:,

Atualizado em 27 set 2015

A Floresta Que Se Move

Tags:

Atualizado em 26 set 2015

Em Três Atos

Tags:

Atualizado em 26 set 2015

%d blogueiros gostam disto: