O Cangaceiro Sem Deus

2 nov 2010


Após a proclamação da República, em pleno sertão, grupo de fanáticos sonhavam e lutavam pela restauração da Monarquia. Nessa época sangrenta, Fabiano, um pacato rapaz, tornara-se cangaceiro e é atacado por uma volante policial. Embora ferido, conseguiu refugiar-se numa fazenda onde, às escondidas, foi tratado pela filha do fazendeiro, Lúcia. Desse contato nasceu uma violenta paixão. Recuperado, voltou ao seu bando para retomar à condição de chefe, usurpada pelo temível Ariranha. O fazendeiro manda mutilar Zico, julgando-o sedutor da filha. Lúcia, desesperada, vai ao encontro de Fabiano. Mas a luta entre cangaceiros e fanáticos prosseguia. Fabiano jura arrasar os beatos de Zé das Penitências. Trava-se uma batalha entre os beatos e os cangaceiros, sendo estes vencidos, pois subestimaram a força dos fanáticos. Fabiano é torturado por Zé das Penitências. Surgem as tropas do governo, a cidadela é dominada e, entre bombas, tiros, fumaça e fogo, Lúcia consegue chegar até Fabiano.

Ficha Técnica

Título original: O Cangaceiro Sem Deus
Gênero: Aventura
Duração: 90min.
Lançamento (Brasil): 1969
Distribuição: Titanus e Fama Filmes
Direção: Osvaldo de Oliveira
Fotografia: Osvaldo de Oliveira
Argumento: Alfredo Palácios
Roteiro: Osvaldo de Oliveira e Enzo Barone
Produção: Alfredo Palácios e Antônio Polo Galante
Gerente de produção: Sérgio Ricci
Apresentação: Titanus Filmes
Co-produção: Servicine e Cinematográfica Zonari
Música: Damiano Cozella
Som: Juarez Dagoberto da Costa e Júlio Perez Caballar
Fotografia: José Amaral
Cenografia: Maria Ignez Silva
Figurinos: Maria Isabel Amaral
Montagem: Sylvio Renoldi

Elenco

Maurício do Valle
Annik Malvill
José Mojica Marins
Guy Loup
Sérgio Hingst
Júlia Miranda
Zózimo Bulbul
Darcy Silva
Jofre Soares
Jura Otero
Letácio Camargo
Paulo Tachinardi Domingues
Roberto Ferreira
Sérgio Ricci
Cláudio Portioli
Francisco di Franco
Isabel Cristina

Pôsters

Premiações

Curiosidades

– “José Mojica Marins, o Zé do Caixão, faz o papel do alucinado líder religioso Zé das Penitências, espécie de messias do sertão, que lidera um grupo de beatos em luta contra a República e o cangaço” – texto extraído do livro Maldito, de André Barcinski e Ivan Finotti, Editora 34, SP, 1998.

– “Surge o inesperado, no final, um suspense extraordinário manterá o espectador preso e emocionado às mais belas e sensacionais cenas jamais filmadas pelo moderno Cinema Brasileiro” – extraído do cartaz original do filme.

– Este filme foi relançado em 1986.

Fotos

Filmes Atualizados

Boi Neon

Tags:

Atualizado em 27 set 2015

Beira-Mar

Tags:,

Atualizado em 27 set 2015

A Morte de J.P.Cuenca

Tags:,

Atualizado em 27 set 2015

A Floresta Que Se Move

Tags:

Atualizado em 26 set 2015

Em Três Atos

Tags:

Atualizado em 26 set 2015

%d blogueiros gostam disto: